10 Hábitos péssimos que você deve remover de sua rotina o quanto antes

10 Hábitos péssimos que você deve remover de sua rotina o quanto antes

Às vezes não percebemos, mas somos nós que fazemos as outras pessoas nos evitarem. Tanto as palavras que usamos para falar com os outros, quanto as que usamos em nosso diálogo interior, podem ser palavras tóxicas ou hábitos tóxicos.

Todos nós caímos com mais ou menos frequência em comportamentos tóxicos que afetam negativamente nosso relacionamento com os outros e, portanto, nossa felicidade. Estar ciente disso é o primeiro passo para uma mudança positiva, para escolher palavras construtivas e eliminar comportamentos tóxicos de nosso comportamento diário.

Comportamentos que você deve eliminar de sua vida

Algumas dessas frases ou comportamentos tóxicos são usados ​​com frequência, e podem estar minando nossa vida de negatividade, saiba como podem estar afetando sua vida e desempenho.

1. Inveja

Focar no que os outros fazem melhor do que nós ou se eles têm mais do que nós é uma armadilha à qual ninguém está imune e isso nos leva a focar no que não possuímos, isso nos faz perder de vista os muitos dons que já estão presentes em nossas vidas.

E é justamente nesse momento que nasce a inveja e começa a competição. Se você realmente quer se comparar a alguém, se compare a você mesmo e tente ser melhor do que a pessoa que era ontem.

A comparação produz inferioridade e superioridade, depende de como você se aproxima. Quando não fazemos comparações, toda inferioridade e superioridade desaparecem. E assim somos livres para manifestar o que somos.

2. Medo do que vão dizer

Quando você atribui grande importância ao que os outros pensam, você cria uma parede protetora ao seu redor e sempre estará na defensiva.

O fato é que o que as pessoas pensam de você (para o bem ou para o mal) é problema delas, não seu. É muito mais saudável deixar as pessoas pensarem o que quiserem, contanto que possamos escolher expressar o que somos sem medo, isso não deve ser um problema.

3. Vitimizar

Acreditar que o bem-estar ou o desconforto dos outros depende de nós é um comportamento devastador nos relacionamentos. 

Como as coisas mudariam se parássemos de enviar comentários e ações de outras pessoas com este significado? E se lembrarmos que temos 100% de poder apenas em nossos pensamentos, emoções, palavras e ações? Esta é a nossa verdadeira zona de poder, o resto faz parte da zona de poder de outras pessoas. 

Certamente não significa que devemos nos tornar passivos, mas nem mesmo significa que toda ação dos outros depende de nós ou é dirigida a nós.

4. Restrinja o ressentimento

Uma das lições mais difíceis de aprender na vida é o perdão. Não significa fingir que nada aconteceu ou perdoar. Significa não permitir que certas situações continuem a nos machucar. Só assim podemos abrir espaço para o novo.

É preciso muita coragem e determinação para deixar de lado certos pensamentos tóxicos, mas todo esforço será recompensado, é uma certeza.

5. Se perder nos pensamentos negativos

Você gostaria de estar cercado de pessoas que ficam reclamando e pensam que tudo vai dar errado? Você às vezes não é essa pessoa?

Quem continua reclamando o dia todo como um hábito tóxico se recusa a ver o lado bonito dos acontecimentos e das situações, mas com isso só atrai mais negatividade. Pense nisso quando estiver prestes a reclamar de algo.

6. Não ser capaz de lidar com as emoções

Estar perto de pessoas que não conseguem controlar suas emoções é difícil: aqueles que perdem a paciência por ter que ficar na fila dos correios, aqueles que gritam ao volante, aqueles que explodem em lágrimas por um problema corrigível.

É necessário ir à raiz para entender as causas de certas reações, mas para começar você pode recorrer à respiração consciente. Se você estiver em uma dessas situações, respire fundo três vezes. Elas o ajudarão a reagir com mais clareza.

7. Julgar constantemente

Para estabelecer relacionamentos saudáveis, você precisa colocar o julgamento de lado um pouco. Quem gosta de ser julgado ou criticado? Nossos julgamentos nos separam das pessoas, nos impedindo de realmente conhecê-las, vê-las além da bagagem que carregam. Os julgamentos são como fios invisíveis.

Eles podem ser tão automáticos que nem percebemos que os temos e como eles limitam nossa visão do mundo e arruinam nossos relacionamentos.

8. Necessidade de aprovação constante

Aqueles que vêm em busca constante de aprovação externa são pessoas que consomem muita energia. O que importa não é como parecemos aos olhos das pessoas, mas nosso caminho de crescimento e evolução e como ajudamos e inspiramos outras pessoas a melhorar.

9. Ser perfeccionista

Muitas vezes confundimos perfeccionismo e excelência. O perfeccionismo nos bloqueia porque nunca vamos alcançá-lo, ele não existe! Excelência é o objetivo a ser alcançado. Quando tendemos ao perfeccionismo, nos sentimos mal se deixamos de cumprir nosso padrão e culpamos a nós mesmos ou aos outros.

Atender à excelência significa tentar fazer o nosso melhor porque queremos, não porque temos que ser perfeitos. Excelência significa tentar ser melhor, fazer melhor, uma jornada que dura a vida toda.

10. Esconder quem você é

Você gostaria de lidar com uma pessoa que foge de si mesma e tenta esconder quem ela realmente é? Não acredito. Se você se encontrar nesse comportamento, pergunte-se de quem ou do que você está fugindo. Se você se sente como um peixe fora d’água, encontre outro rio! Não negue sua identidade.

Em quais comportamentos tóxicos você cai com mais frequência? Você está (ou estava) ciente disso? O que você faz para resolver? Compartilhe sua experiência conosco, ela pode ser de grande ajuda para outras pessoas, deixe um comentário abaixo.

Deixe uma resposta