in

➦ Qual a Terceira Letra Do Alfabeto Grego? Confira!

Quer saber qual a terceira letra do alfabeto grego? Vamos te ajudar a descobrir a resposta!

O alfabeto grego veio de um alfabeto hebraico também chamado semítico. Suas letras tem aspecto bonito para quem não o entende.

E neste artigo vamos colocar sua cuca para funcionar. Consegue responder esta pergunta abaixo?

Qual a terceira letra do alfabeto grego?

  • Gamma é o nome da terceira letra do alfabeto grego. Esta letra minúscula tem aspecto de um Y do nosso alfabeto e a maiúscula é parecido com o r do nosso alfabeto só que em tamanho maior.

O enigmático alfabeto grego

O alfabeto grego tem um total de 24 letras. Acreditam os estudiosos que ele foi formalizado como alfabeto por volta do ano 780 a.c. Há 2.750 anos ele tem sido usado até os dias atuais.

A cultura grega é considerada uma das mais importantes culturas mundiais. Esta cultura foi conhecida na região do Cáucaso, Egito e Índia.

A cultura grega foi a base para outros alfabetos criado por outras civilizações como por exemplo o alfabeto cirílico seria o alfabeto da Rússia. Também foi base para o alfabeto georgiano, o alfabeto copta utilizado pelos egípcios.

A cultura grega é tão importante que faz parte da astronomia, para criação de fórmulas químicas, parâmetros para sistemas de circuitos eletrônicos e estudos da matemática.

Os primeiros símbolos da escrita grega surgiram na baixa Mesopotâmia e tinhas pictogramas e ideogramas, desenhos que representavam objetos.

Mas como estas representações se tornaram muito numerosas, começou ficar difícil representá-los. Era preciso uma representação através de palavras.

O modelo mais antigo de escrita representativa por objetos foi feito pelos semitas, os conhecidos hieróglifos, datados de 3 mil anos atrás. Era um alfabeto baseado na escrita cuneiforme com formas gráficas e com desenhos, considerado bem prático.

A escrita grega foi desenvolvida tendo como base o alfabeto canaanita, e tem o nome de suas letras baseados da escrita fenícia. Mas boa parte do alfabeto fenício teve seu fim quando ele foi adaptado para o alfabeto grego.

O alfabeto grego surgiu depois da queda de uma nação que existia na época chamada civilização Micênica. Com isto a escrita Linear B que eram usadas no sistema da escrita grega, foi abandonada.

A escrita Linear B tem sua descendência na Linear A , que foi desenvolvida pelo povo minóico que viveu na Grécia. Esta linguagem não tinha ligação com o alfabeto grego e este silabário minóico também não tem a transliteração para pronúncia grega.

O alfabeto grego que conhecemos atualmente nasceu após a chamada Idade das Trevas gregas, período este onde ocorreu a queda de Micenas, cidade grega que existiu a cerca de 1.200 a.c.

E também logo após a ascensão da Roma Antiga junto com o início dos épicos do poeta Homero. E depois da criação dos jogos olímpicos no ano 776 a.c.

Foi necessária uma adaptação fenícia na introdução das vogais. Pois de outra forma as vogais seriam ilegíveis. Heródoto, historiador e geógrafo, atribuía o alfabeto grego aos fenícios.

No alfabeto semita, sinais que representavam vogais, não eram utilizados. Na antiga cultura semita, uma letra sempre foi uma consoante, relacionada a uma vogal indeterminada ou sem vogal nenhuma.

Isso não causa redução na legibilidade da língua semita. Porque estas mesmas palavras têm raízes conhecidas como triliterais que tem um sentido claro somente com as consoantes presentes. As vogais são claras começando à partir deste contexto.

A língua grega é indo-européia. Neste caso, as vogais diferentes tem importante diferença em seus significados. Tanto que o alfabeto grego dividiu as letras em vogais e consoantes.

Neste alfabeto, as consoantes são obrigatoriamente acompanhadas de vogais para se tornarem pronunciáveis. A letra grega criada foi a Alfa, que tem origem da palavra fenícia Aleph que significa boi.

E a segunda palavra é beta que vem da palavra fenícia Beth que significa casa. O antigo alfabeto ugarítico, da civilização semítica tivesse pensado em usar consoantes com vogais, não criam um sistema para utilizar.

Neste novo sistema de alfabeto, originou-se os alfabetos góticos na idade média, etrusco, o grego clássico e o usado pelos romanos chamado alfabeto latino. E com o crescimento do império romano, o alfabeto latino foi amplamente difundido.

A palavra alfabeto vem do grego, que representa a letra Alfa e a letra Beta.

A curiosidade é que as primeiras representações gráficas da pronúncia do alfabeto grego aconteceram no ano de 1.500 a.c. Mas os símbolos de forma nenhuma expressavam exatamente o registro com precisão dos sons.

Foi no século 9 a.c. que a cultura grega passou a utilizar o alfabeto fenício que representavam sons sem vogais. Para facilitar a comunicação que os gregos introduziram as vogais.

Bem no início desta escrita, os gregos, via de regra, acompanhavam a escrita fenícia, começando a escrever da direita para a esquerda.

Com o tempo e gradativamente foi modificado escrever da esquerda para a direita, nosso padrão de escrita quase que mundial.

Como já mencionado, as letras gregas são amplamente usadas na matemática e também em física. E cada área da ciência tem seus significados próprios. Nisto as letras gregas são usadas: astronomia, engenharia, estatística e matemática financeira.

Dependendo da área, letras iguais do alfabeto grego tem significados diferentes. Sendo assim, a letra grega deve ser bem especificada para ser entendida.

Confira aqui alguns exemplos onde as letras do alfabeto grego são utilizadas:

  • O triângulo tem seus ângulos nomeados de alfa, beta e gama.
  • Na fórmula de Bhaskara, o operador de diferença utilizado é a letra delta.
  • A letra épsilon representa um valor positivo em cálculos matemáticos.
  • Na ciência da astronomia, a letra lambda determina a constante cosmológica.
  • O que representa a razão constante entre a circunferência e diâmetro de um círculo pe a letra pi do alfabeto grego.
  • A razão do ouro significa a letra fi, usada na arte, arquitetura e matemática.

O alfabeto grego teve uma marcante e importante missão para construir a civilização moderna, mas o alfabeto grego primário é utilizado atualmente somente na Grécia.

Mas se não fosse este histórico alfabeto grego, o nosso alfabeto latino, o alfabeto da igreja, chamado de gótico, das línguas eslavas e semíticas não existiriam.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

líquen na árvore

➦ O que são líquens? Confira tudo sobre isso!

ilustração de uma mulher fazendo foto tumblr para o instagram

➦ 70 Frases Para o Instagram TUMBLR (você precisa conhecer)