5 Maneiras de destruir a autoestima de seus filhos

5 Maneiras de destruir a autoestima de seus filhos

Nenhuma criança vem a este mundo com manual de instruções, por isso muitos pais podem cometer alguns erros durante a sua educação e isso é normal, mas é necessário se informar ao máximo para que isso não aconteça com tanta frequência.

Você sempre tem que estar aberto para receber conselhos profissionais sobre como educar seu filho, às vezes você sabe como falar com ele ou corrigi-lo, mas alguém pode te orientar sobre como fazer da melhor forma possível.

Ouça atentamente os conselhos e aproveite da melhor forma, pois nem sempre saberá como reagir ao comportamento do seu filho. É por isso que direi quais são os 5 erros que podem destruir a autoestima do seu filho.

Existem palavras e gestos que podem desencadear uma série de problemas emocionais em seu filho e que você pode fazer involuntariamente, portanto, essas informações podem te ajudar a ver onde está cometendo erros para que se corrija e evite traumas para seus filhos.

Erros que podem destruir a autoestima de seu filho

1. Humilhar: Fazer com que a criança se sinta inferior aos outros, por meio de maus-tratos e provocações, é uma humilhação que nenhuma criança deve passar, que cria um profundo problema de autoestima e autovalorização.

2. Sobre a proteção: Para os pais seus filhos nunca crescem, mas mesmo que você os veja como bebês, você não pode protegê-los de tudo que acontece no mundo, você deve dar a eles liberdade de escolha, de tomar suas decisões, de sair pelo mundo e lutar por seus sonhos. Você deve dar a ele a confiança e a segurança de que ele precisa para enfrentar a vida, em vez de protegê-lo demais.

3. Colocar rótulos: O comportamento do seu filho não o define, ou seja, porque ele faz uma travessura você tem que rotulá-lo de arteiro ou se ele fizer algo errado chamá-lo de burro, pois como seres humanos podemos errar e os erros não definem quem somos.

4. Criticar: Não critique negativamente o que seu filho faz, encontre uma maneira de dizer a ele as coisas que você acha que ele deve melhorar de uma forma que incentive a mudança e alcance a excelência.

5. Não criar falsas expectativas: Por mais que seu filho tenha talento para um esporte, música ou algum tipo de arte, não coloque expectativas impossíveis em sua cabeça, deixe-o desenvolver gradualmente seus talentos e chegar aonde ele deseja, sem ter que ser pressionado ou oprimido se não puder.

Pratique essas dicas e criar seu filho será muito melhor. Não se esqueça de compartilhar esta postagem!

Deixe uma resposta