A teoria de tudo | Não há fronteiras para o esforço humano…

A teoria de tudo | Não há fronteiras para o esforço humano…

O filme “A Teoria De Tudo” teve um grande impacto nos telespectadores. É uma história da vida real que nos ensina grandes lições.

Esse filme é uma biografia do físico Stephen Hawking, ele mostra o caminho progressivo de sua vida enquanto sua doença degenerativa se manifestava. Apesar dos inconvenientes, ele conseguiu viver uma história de amor e superar obstáculos. Hoje, esse personagem é considerado um exemplo de superação a seguir.

Resumo do Filme “A teoria de tudo”

Esta história começa quando Stephen Hawking está em uma festa com seu amigo e conhece Jane Wilde, uma estudante de poesia medieval espanhola. Ao vê-la, ele fica cativado e rapidamente procura uma maneira de falar com ela. Em um descuido, ele cai ao chão, o que lhe dá uma forte pancada na cabeça fazendo com que ele precise de um exame médico.

Depois de vários exames, descobriu-se que ele tinha uma doença chamada ALS. Uma patologia cerebral e muscular que dificulta a realização de movimentos coordenados. Os especialistas deram-lhe um prognóstico hostil, 2 anos de vida. Saber disso muda o cenário da história para Stephen, fazendo-o querer se afastar de sua amada.

Ela insiste em mostrar seu amor e eles se casam e têm 2 filhos. Com o passar do tempo, Jane contrata um pianista, Jhonatan, que entra em sua casa para ajudar um de seus filhos a aprender a tocar. No entanto, Jane está atraída por ele. No momento em que seu segundo filho nasce, o equilíbrio e a felicidade são mantidos na família, mas em um episódio de desespero, o professor de piano confessa a Stephen que se apaixonou por sua esposa e que ela também se sente atraída por ele.

Em uma das cenas mais emocionantes, Stephen sofre de pneumonia aguda e deve ser levado às pressas para o hospital. Como parte de seu tratamento, os médicos devem fazer uma incisão em seu pescoço para que ele possa respirar, mas isso limitaria completamente sua fala.

O desejo de melhorar é sua maior força

Depois de perder a capacidade de falar, Stephen sente que seu mundo mudou, mas ele não se permite decair e tenta aprender outras maneiras de se comunicar. Sua esposa Jane o ajuda a falar através das cores, mas em sua tentativa fracassada, ele contrata Eliene Mason, uma enfermeira especializada para esses casos.   

O rápido avanço de Hawking está acompanhando o que ele começa a sentir por sua enfermeira. Com o tempo, ele usa uma cadeira composta por um sistema que permite que ele fale por meio de uma voz robótica. Como uma pílula amarga, Jane e o protagonista decidem se separar, vendo que seu amor havia diminuído.

De resto, foi uma das execuções cinematográficas mais significativas para as pessoas. Fala do desejo de melhorar, do amor e das coisas maravilhosas que o homem pode realizar se acreditar em si mesmo.

Aspectos internos da teoria de tudo

No campo psicológico, o filme traz à tona vários elementos que os humanos usam para sobreviver, mas que infelizmente raramente são acionados. A primeira coisa que se destaca é a bravura. Ao ser diagnosticado com uma doença com poucas chances de vida, o protagonista não para de tentar melhorar.

Não deixou que a sua condição o definisse, pelo contrário, teve uma vida plena, com filhos e mulher, foi reconhecido e considerado um exemplo a seguir. 

A resiliência, que é a capacidade positiva que o ser humano tem de enfrentar as situações adversas, é outro aspecto que se destaca no filme. Independentemente dos episódios fatídicos, Hawking decide sorrir e obter o melhor de si.

A história que se passa neste filme também se refere à fragilidade e efemeridade da vida. É um apelo à reflexão, ao resgate dos valores humanos perdidos, no esforço de encontrar fama e dinheiro. Trata-se de retificar erros e buscar a felicidade nas pequenas ações que são geradas.

A melhoria das pessoas não está diretamente subordinada à sua condição física, é mais um compêndio de fatores psicológicos que as impulsionam a motivar e desenvolver habilidades únicas. O sucesso, então, diz respeito apenas à capacidade de cada ser humano de superar seus obstáculos mais difíceis.

Deixe uma resposta