5 Razões Pelas Quais “Atypical” É Uma Série Imperdível

O que significa ser “normal”? Atypical, é uma série que já está em sua terceira temporada. O programa, centrado na vida do jovem autista de 18 anos, Sam Gardner (Keir Gilchrist), toma uma posição: a normalidade é superestimada.

Por que assistir uma série de televisão que simplesmente fala sobre uma família “atípica”? Oferecemos 5 boas razões para isso! Confira!

1. Fala sobre autismo sem estereótipos

Não é a primeira vez que falamos sobre distúrbios do espectro do autismo em uma série de televisão. 

The Good Doctor está fazendo isso e já ouveram outras. No entanto, Atypical deu um salto adiante, contando a história da vida cotidiana do protagonista através dos pequenos e grandes desafios da vida cotidiana. 

Longe de se apresentar como uma deficiência, o distúrbio de Sam é mostrado como uma condição, uma maneira de ser com a qual se vive. 

A intenção dos escritores é nobre: ​​explicar para aqueles que não estão familiarizados com certas questões o que realmente significa viver com um distúrbio do espectro do autismo.

2. É poético, mas também divertido.

Os monólogos do protagonista, as numerosas metáforas (especialmente as tiradas do mundo dos pinguins, animais pelos quais Sam é apaixonado), são misturadas com ingenuidades que tornam o protagonista inconscientemente estranho, mas extremamente engraçado. 

As cenas de maior sucesso são aquelas em que Sam interage com seu amigo Zahid (Nik Dodani), um colega que pode dar conselhos questionáveis. 

Fazer uma série de televisão que contenha uma mensagem importante e delicada sem dramatizar demais é sempre uma missão difícil. E Atypical faz isso muito bem.

3. O ator principal

O jovem Keir Gilchrist, que interpreta Sam, nos dá uma performance magnífica. 

O ator conseguiu se identificar perfeitamente com seu personagem. Para fazer isso, Gilchrist disse: “Li o Diário de Boas Práticas: Memórias de um Casamento, Síndrome de Asperger e Tentativa de um Homem de Se Tornar um Marido Melhor. Acabou sendo um livro fundamental para ajudar a construir Sam”. 

O texto, escrito por David Finch, agora é um dos manuais de referência para quem deseja aprender sobre ele.

4. É divertida

Atypical consiste em 18 episódios (oito na primeira temporada, dez na segunda) e já está na terceira temporada com mais episódios, com duração média de 30 minutos cada. 

Para ver todos, você só precisa de umas 16 horas, um sábado e um domingo à tarde ou, para os amantes de maratonas noturnas na Netflix, duas noites.

5. A série nos torna mais sensíveis

Assistindo à série, refinamos nossa sensibilidade aprendendo a conhecer os problemas enfrentados pelas pessoas com transtorno do espectro autista: desde crises de pânico, hipersensibilidade até dificuldades de interação social. 

Atypical está disponível na Netflix e sua quarta temporada deverá ser estreada só em 2021.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

15 Frases De Stephen Hawking Que Trazem Grandes Ensinamentos

14 Frases Famosas De Ray Kroc, Fundador Da McDonald’s