Como saber se uma criança é feliz?

Como saber se uma criança é feliz?

Cada criança é um tesouro inestimável que nada pode substituir e, como pais, sabemos disso muito bem. É por isso que queremos dar aos nossos filhos todo o possível para torná-los felizes.

É triste saber que existem crianças vítimas de abusos ou violência familiar. Saber que muitos deles sofrem por não ter quem os ame causa uma grande tristeza.

Sabemos que carinho, paciência e amor são as melhores coisas que podemos dar aos nossos filhos.

A felicidade de uma criança depende de muitos fatores que seu ambiente deve e pode oferecer a ela. Toda criança tem direito a uma família harmoniosa e amorosa com quem conviver para garantir um melhor desenvolvimento e uma vida plena.

E como sabemos que nossos filhos alcançam esse estado de plenitude? Quando uma criança se sente feliz, ela o manifesta claramente com atitudes simples, pois sua inocência natural as torna sinceras e espontâneas.

Uma criança feliz sorri e ri espontaneamente. Dorme em paz, com calma e come bem. É curiosa, se interessa por tudo e tem confiança em si mesmo.

Ela não tem problemas em se relacionar com os outros e fica feliz em aceitar passeios escolares ou acampamentos de fim de semana. É natural que os filhos busquem conforto e proteção em seus pais, mas quando uma criança está feliz, é difícil para eles buscarem se “esconder” em sua mãe ou pai diante da menor dificuldade.

Essas crianças, felizes com sua vida e realidade familiar, gostam de ir à escola e conhecer seus colegas. Eles se juntam aos grupos durante os intervalos e gostam de aprender e ter novas experiências.

Gostam de descobrir, ver, ouvir, tocar e saborear. Eles não ficam em sua zona de conforto, mas querem se aventurar e conhecer coisas novas.

Tudo isso faz com que uma criança feliz se sinta satisfeita e orgulhosa de si mesma.

Além disso, ela se diverte inventando jogos e definindo suas próprias regras. Para isso, usa sua criatividade e desenvolve sua imaginação, o que faz sua inteligência funcionar e se expressar com mais facilidade. 

Hoje, muitas crianças estão presas a atividades que não lhes permitem exercer a criatividade. Devemos as encorajar a fazer isso.

A responsabilidade dos pais.

Para que nossos filhos sejam felizes, devemos os ajudar a descobrir sua força interior, desenvolver autoconfiança e aumentar a autoestima. Esse é um dos melhores presentes que podemos dar a vocês como pais.

É importante para a criança saber que seus pais confiam nela. Uma maneira de fazer isso é dar a eles uma tarefa e deixá-los fazer isso com calma ou começar várias vezes, se os resultados não forem os esperados. Ao fazer isso, ele sentirá que seu esforço valeu a pena e se sentirá valorizado. Sempre lembre a ele que você está orgulhoso dele!

Essa também é uma boa maneira de ensiná-los a cultivar a paciência, a tolerar seus próprios erros e os dos outros. Às vezes, as crianças ficam frustradas quando não atingem seu objetivo na primeira tentativa… Todos cometemos erros nas primeiras vezes, até que finalmente acertamos. 

Os pais devem encorajar, apoiar e explicar que às vezes as coisas não vão bem na primeira tentativa. É por isso que devemos sempre falar de tentativa ou provação e nunca de fracasso.

Este é um ponto importante, porque a palavra fracasso está ligada a sentimentos negativos que podem permanecer para sempre arraigados no coração de nossos filhos. Tudo é experiência e as experiências são formas de aprendizagem.

Os pais estão aqui para orientar, encorajar, corrigir e apoiar. A melhor herança nunca é material, mas sim o amor que lhes damos e a confiança que neles geramos.

E nunca se esqueça que para uma criança, seus pais são seu espelho, seu ponto de referência e que tudo que você disser ou fizer, eles o incorporarão como a maior verdade do mundo, para que eles sejam felizes, você também deve ser.Como você interpreta que uma criança é feliz? O que você achou dessas dicas? Compartilhe!

Deixe uma resposta