Leia isso se você está carregando o peso do passado

Leia isso se você está carregando o peso do passado

Viver de uma nostalgia específica enriquece e inspira, mas sobreviver lembrando das memórias do passado te impede de crescer, encalha e corrói, como aquelas pedras batidas continuamente pela dor das ondas. O que você não larga, você carrega. O que você carrega pesa. E o que te pesa, te afunda. Pratique a arte de: Superar, perdoar e abandonar.

Deixe de lado o que machuca você

Percebi que abrir mão de algumas coisas não é desistir, não é um ato de fraqueza como alguns acreditam, abrir mão de algo que não combina com você ou que te machuca é forte, porque deixar algo que você quer ou uma vez quis muito é difícil. Há coisas que no fim não nos agradam.

Ao longo de nossas vidas, tivemos que deixar muitas coisas para trás, abandonamos pessoas, costumes e um estilo de vida que nos prejudicava. Deixe tudo o que não te faz bem para que amanhã tenha um presente mais autêntico e feliz.

Deixar o passado para trás, na verdade, faz parte do nosso cotidiano, quanto mais avançamos e quanto mais passos damos, nos afastamos do que não é para nós, avançar significa tirar os sapatos do que não pode ser, do que faz mal, do que se encaixa nas engrenagens de nossa felicidade.

Se liberte, siga em frente, sorria para a vida e aproveite o que foi vivido como quem desfruta de um tesouro precioso.

Às vezes, o que deixamos de lado na época foi algo especial e que nos fez feliz. Isso nos deu alegria, amor, paz e esperança, mas com o tempo nos causou outros sentimentos como desinteresse, dor e sofrimento.

O que era bom na época pode, de repente, parar de te fazer bem. Aquele que uma vez te amou, pode deixar de amar, como quem arranca as pétalas de uma rosa, até te deixar sem nada.

Aprenda a esquecer o que pesa para que você tenha felicidade

Não se apegue ao passado, não se assuste com o que você fez, siga em frente. Não escravize seus sentimentos, pensamentos, coração e alma. Ontem não pode ser apagado, nem editado, muito menos esquecido. Mas se pudermos aceitar o que fizemos e superar todos os erros.

Viva a vida, experimente, toque, comece de novo, se arrisque, caia, se levante, mas nunca pare de seguir em frente.

Tudo que te magoou vai fazer sentido e você vai perceber que o que antes era um fardo vai te definir e amanhã será a porta que vai te trazer coisas muito melhores, porque lembre-se… TUDO ACONTECE POR ALGUM MOTIVO.

Aprender a deixar o passado para trás vai lhe trazer felicidade

Quem quer que se apegue ao passado escraviza seus pensamentos, sua mente, seu coração e sua alma. Ontem não pode ser apagado, editado e muito menos esquecido. Nem podemos mudar as pessoas, ou forçá-las a nos amar como gostaríamos… Existem aspectos de nossa vida que, para superar, devemos primeiro aceitar.

Amar é também aprender a deixar ir, porque quase sempre é o amor que nos causa o maior sofrimento. Somente quando aceitamos o que não pode ser modificado, nos permitimos ser livres para encontrar uma nova felicidade.

Deixar o passado para trás é entender que ninguém vem a este mundo sabendo de tudo,  nem trazendo consigo o manual das decisões perfeitas, aquelas que estão isentas de erros. Viver é experimentar, tocar, começar, correr riscos e também errar, portanto, devemos levar em consideração os seguintes aspectos:

  • Não fique zangado, não encha seu coração de raiva ou sua mente de ressentimento. O desapego é uma arte que deve ser feita com paz e sem raiva, só então nos permitimos ser livres, descobrindo que a cada dia a dor é muito menor.
  • Para deixar ir, a primeira coisa que devemos fazer é aprender a aceitar: aceitar que toda experiência valeu a pena porque é uma vida vivida, porque quem nega e esquece não assume, não cura e não aprende. É preciso aceitar o que aconteceu e entender que o desapego também está crescendo.

Um dia tudo fará sentido, a dor do agora, o caos e a incerteza de deixar ir o que te definia antes, amanhã será aquela porta que te trará coisas muito melhores, porque lembre-se… tudo acontece por um motivo…

Deixe uma resposta