20 Passos Para Ter Uma Vida Melhor a Partir de Agora

É sempre importante pensarmos no futuro, e assim em como podemos economizar para que lá na frente possamos usufruir de um momento tranquilo de descanso.

O que muitas pessoas não compreendem, é que os hábitos atuais influenciam não só no presente como no futuro, para garantir o bem-estar atual e o de quando estivermos mais velhos.

Nessa lista, separamos algumas dicas que podem te auxiliar em suas finanças para construir um presente e futuro tranquilos e valiosos. Confira a seguir:

1. Tenha metas financeiras bem estabelecidas

Mais do que querer algo, é importante dar prioridade para conseguir aquilo que almeja.

Se o seu sonho é uma casa, carro ou aquela viagem dos sonhos, tenha em mente que você precisa trabalhar em cima desse sonho.

Economize para o que deseja e procure facilitações para conseguir o que tanto quer, como promoções, descontos e pesquisas.

2. Planeje seus gastos

Todos temos mensalmente nossos gastos principais, mas, o que deve ser atentado é a sua organização a fim de não extrapolar com essas necessidades.

Busque se manter organizado e faça planilhas ou listas para se manter no controle e evitar que uma grande quantia de dinheiro seja gasta de forma em vão.

3. Tenha mais de uma fonte de renda

Atualmente é cada vez mais comum as pessoas terem mais de um serviço. Busque então encontrar algo que consiga fazer de uma boa forma e tente conseguir empreender ou prestar serviços por fora do seu trabalho principais.

Os serviços de freelancers são bastante positivos nesse ponto, e na internet você encontra diversos sites que disponibilizam de oportunidades diferentes para cada tipo de área.

4. Cuide de suas rendas adicionais

Ao possuir mais de um serviço, ou até mesmo atuar como freelancer, se atente aos valores que recebe e os recibos pelos mesmos.

Caso seja necessário, observe atentamente os critérios da Receita Federal e jamais deixe de declarar seu imposto de renda. Caso seja necessário, recorra a um profissional da área de contabilidade para maiores informações.

5. Tenha motivação para liquidar suas dívidas

Se um dos seus maiores objetivos é evitar os gastos extras ou até mesmo não utilizar mais o cartão de crédito, coloque em sua mente o seu maior objetivo e faça dele seu Norte.

Se caso deseja fazer uma viagem internacional, pense que quanto mais você gastar por fora, mais tempo levará para juntar dinheiro suficiente para esse desejo.

6. Seja atento as suas contas

Hoje em dia é cada vez mais fácil se manter informado e conectado as nossas contas bancárias, e por esse motivo você não pode deixar nada passar despercebido.

Sempre revise as taxas e caso seja cobrado por algo que não pediu, corra atrás do seu prejuízo. Observe se o seu dinheiro está se mantendo bem e procure por bancos que tenha avaliações e taxas mais positivas em relação aos outros.

7. Se livre das dívidas com altas taxas de juros

Procure se atentar também as taxas que são aplicadas ao seu cartão de crédito. Geralmente cartões de créditos de lojas de varejo possuem as maiores taxas do mercado, fuja delas.

Mantenha-se focado em pagar sempre a fatura em dia, para que assim não tenha que pagar por juros abusivos.

8. Tenha um bom histórico no crédito

É importante manter uma boa reputação como um pagador de contas, isso pode facilitar para que você consiga melhores taxas de crédito e até mesmo a conseguir um melhor cartão no mercado.

Pague suas contas sempre em dia e busque manter contas em bancos de forma ativa.

9. Escolha para você o melhor cartão de crédito

A verdade é que hoje em dia cada vez mais usamos menos o dinheiro em espécie. Estamos sempre portando os cartões, seja de débito ou crédito. Esteja atenta ao escolher em que banco irá realizar o seu, procure e compare as taxas e facilidades de cada um.

Uma dica é verificar sempre os bancos digitais, eles possuem grandes facilidades e taxas cada vez menores.

10. Comece a investir cedo

Você não precisa necessariamente entender e ser expert nessa área para começar a fazer aquele famoso “pezinho de meia”. Procure sempre guardar um valor, assim poderá investir em uma aposentadoria mais sadia e tranquila.

Economizar no presente pode também te auxiliar caso venha ocorrer alguma necessidade maior. Seja prudente nessa área e conseguira ter um melhor controle financeiro.

11. Leve em consideração o seu futuro

À medida que vamos envelhecendo tendemos a ser mais conservadores, por isso é interessante se atentar aos seus estilos de investimentos. Umas das dicas que o mercado utiliza é a subtração de sua idade.

Pegue sua idade e subtraia de 100, o valor restante é respectivamente o percentual que deverá investir em um mercado de renda variável, como ações. O valor subtraído é o percentual que deve ser investido em um mercado mais conservador, como aplicações de renda fixa.

12. Estabeleça metas financeiras em conjunto

Caso você já more com um parceiro ou parceira, ou esteja se planejando para isso, tenha em mente planejar em conjunto suas metas financeiras.

Esse planejamento pode auxiliar no dia a dia, assim como evitar conflitos a cerca desse assunto.

Procure ser sempre transparente e equilibrar bem diante da renda de ambos da relação, podendo assim chegar ao objetivo em comum ou separado dos dois.

13. Faça tudo em pequenos passos

As pessoas tendem a ficar assustadas ao ouvir que é interessante investir os percentuais de 5, 10 ou 15 por cento de sua renda para sua aposentadoria. Portanto, comece a fazer esses investimentos de forma gradual através do tempo.

Você pode começar separando 3 a 5 por cento e ao longo dos anos ir crescendo esse valor aos poucos, até chegar ao percentual ideal.

14. Antes de comprar nas lojas, procure os produtos online

Na atualidade é cada vez mais incomum encontramos em lojas um preço mais saudável que em lojas virtuais. Então, antes de agir precipitadamente, busque pesquisar em lojas virtuais e comparar qual tem o melhor custo benefício.

As lojas virtuais costumam realizar grandes promoções, e mesmo que tenha que ser pago o frete, tendem a ter um percentual de economia muito grande se comparada a lojas físicas.

15. Planeje as refeições da semana

Com a correria do dia a dia, em sua maioria das vezes optamos pelo mais rápido e prático, nos esquecendo da economia, e assim acabamos por comer muito fora de casa.

Para que possa economizar mais e se manter bem, procure planejar um dia para fazer a alimentação de sua semana.

Pode não parecer, mas, esse tipo de planejamento pode te poupar uma grande economia, sem contar em evitar as dores de cabeça por uma possível infecção alimentar que pode ser pega se alimentando em outros lugares.

16. Desligue os dispositivos eletrônicos em standby

A maioria dos eletrônicos atuais possuem configurações que permitem gastar uma quantidade de energia cada vez menor, porém, alguns aparelhos eletrônicos mais antigos ainda consumem uma grande quantidade de energia, mesmo estando em standby.

Estudos apontam que a soma dos aparelhos em standby de uma casa que consumem energia pode chegar aproximadamente em 15% a 20% do valor total da conta de energia.

Portanto, para evitar pagar esse valor, opte por deixar desligado os aparelhos que não costuma usar com tanta frequência, afinal, eles podem estar aumentando consideravelmente sua fatura.

17. Tenha uma vida mais simples

Ao pensar em ter uma vida simples, as pessoas tendem a pensar em uma vida miserável, sem nenhum tipo de divertimento ou exceção.

Mas, entenda, ao falarmos em uma vida mais simples, estamos falando de evitar certos excessos e adotas hábitos mais saudáveis, por exemplo, se dirigir ao trabalho de bicicleta em vez de ir de carro, fazer sua alimentação semanal invés de se alimentar em restaurantes e assim por diante.

Diminuir estes gastos pode garantir um valor maior extra no fim do mês, e mais dinheiro na poupança ou em investimentos.

18. Não aceite os preços informados

Muitas vezes por constrangimento apenas aceitamos aquele preço informado no produto, mas, ao comprar algo procure sempre pesquisar muito bem, e não se contente em pagar o preço oferecido.

Procure sempre negociar com o vendedor e buscar descontos, afinal, no preço ofertado de um produto sempre há uma taxa de lucro, que em sua maioria das vezes pode ser bem alta, podendo assim ser ofertado um desconto ao cliente, caso seja pedido.

19. Se prepare para o caso de ter um filho

Tudo bem, você pode chegar até esse tópico e falar que não deseja ter filhos, mas, mesmo com todas as precauções, isso pode acabar acontecendo.

Então, mesmo que esteja determinado a não ter filhos, busque fazer uma poupança ou investimento para essa situação, afinal, como diz o ditado, é melhor prevenir do que remediar.

20. Aprenda a dizer “Não”

Por fim, mas, não menos importante, aprenda a se colocar e colocar o essencial em primeiro lugar. Sempre avalie se realmente precisa daquilo que está almejando antes de colocar as mãos no bolso.

Se você pensar e decidir que sim, é necessário, compre, caso contrário, deixe isso passar. Da mesma forma se deve ser atento ao empréstimo de dinheiro. Embora ajudar os familiares seja algo nobre e bom, sempre pense se a pessoa está de fato disposta a te devolver o valor no tempo estimado e se o valor não irá te fazer falta.

Considere também ajudar seus familiares de formas que não envolvam o dinheiro, afinal de contas, o que de fato importa é ajudar.

Com essas dicas já dá para montar uma boa estratégia para garantir seus objetivos e aquela economia para o futuro. Não pense só em si mesmo e compartilhe essa ideia com seus amigos e familiares, ajudando assim a mudar o máximo de realidades possíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 Motivos Para Cortar Relação Com Familiares Tóxicos

10 Hábitos Que Você Precisa Adquirir Para Ser Feliz