Você já reparou como as pessoas ruins vivem bem e quantos problemas as pessoas boas têm?

You are currently viewing Você já reparou como as pessoas ruins vivem bem e quantos problemas as pessoas boas têm?

Quem de nós nunca pensou em como o mundo é injusto?

Você abre seu coração para alguém e eles o traem. Você cuida de alguém e eles se aproveitam de você.

Por que ninguém aprecia suas boas ações? As pessoas simplesmente fecham os olhos e os ignoram.

Por que a gratidão por nossa sincera ajuda está sendo cuspida na nossa cara? Nós realmente merecemos isso? Vale a pena fazer algo de bom?

Esta parábola pode responder a essas perguntas. Extremamente sábias e verdadeiras!

Um dia, uma jovem bateu na porta de um velho sábio e, em lágrimas, contou ao velho sua história.

“Eu não sei mais como viver.” ela disse com a voz trêmula. “Durante toda a minha vida tratei as pessoas do jeito que quero que os outros me tratem.” Eu sempre fui honesta e aberta com eles. Tentei ajudar sem esperar nada em troca. Mas tudo o que recebi em troca foi malícia e zombaria. Dói muito e estou muito cansada. Me diga o que fazer?

O velho escutou pacientemente e então respondeu:

“Despir-se e andar nua pelas ruas da cidade.”

“Você está apenas brincando, não é?” ela exclamou. “Se eu sair nua na rua, todo mundo vai rir de mim e tirar sarro de mim.”

O velho levantou-se de repente, abriu a porta e colocou um espelho sobre a mesa.

– Você tem vergonha de sair nua na rua, mas por algum motivo não tem medo de andar no mundo com a alma nua. Você abriu a porta da sua alma. Qualquer um pode entrar! No entanto, a alma é um espelho, então podemos nos ver na alma de outras pessoas. E se as pessoas virem que sua alma é diferente da deles, não cheia de malícia e maldade, então tentarão caluniar você, te humilhar, te insultar. Nem todo mundo tem coragem de admitir que alguém é melhor do que eles.

“Mas o que devo fazer então?” Como eu poderia mudar essa situação se não dependesse de mim? perguntou a mulher.

– Venha comigo. Eu quero te mostrar algo. Este é o meu jardim. Estas flores crescem aqui há anos e eu cuido delas. Elas nunca se abriram para uma pessoa que não cuidasse delas. Aprenda com a natureza.

Olhe para essas flores e faça o que elas fazem – abra seu coração apenas para pessoas boas. Fuja de quem arranca suas pétalas e te machuca. As ervas daninhas crescem mais facilmente do que as flores e não há nada que você possa fazer sobre isso.

“Há tanta sujeira e maldade no mundo.” Mas quem quiser pode ficar limpo… Seja honesto consigo mesmo e com os outros. Mas lembre-se: não jogue pérolas aos porcos. Você não está fazendo bem a eles ou a si mesmo com isso.

Quando você lança suas pérolas aos porcos, corre o risco de serem devoradas. Sejamos sábios como Deus nos ensinou. Tenhamos cuidado com quem somos bons e com quem permitimos que entre pela porta da nossa alma. Tenhamos cuidado para não aquecer uma cobra em nosso peito, que depois nos pica.

Pedimos a Deus que abra nossos olhos para que possamos ver onde precisamos fazer o bem e a quem podemos expressar nossa tristeza com total sinceridade.

Deixe um comentário