5 Sinais de que você é viciado em celular

5 Sinais de que você é viciado em celular

Hoje, o celular é uma ferramenta utilizada pela maioria das pessoas nos países desenvolvidos. Para começar, responda as perguntas abaixo!

  • Você consegue sair de casa sem celular? 
  • Você ouve o som de uma mensagem e não consegue conferir imediatamente? 
  • Não consegue ficar sem bateria na rua? 
  • Você come com o celular em cima da mesa, e até olhando as notificações? 
  • É a única coisa que você não esquece por um momento durante o dia? 

Se a resposta a todas essas perguntas for sim, então você é viciado em celular.

Abaixo, mostramos alguns sinais que indicam que você é viciado em celular. O primeiro passo para perceber que você tem esse problema é admitir. Portanto, antes de ler este artigo, recomendamos que você pense se você realmente tem um vício ou não e os motivos. 

Quando terminar de ler, repense a pergunta: Sou viciado em celular? A seguir, mostramos os principais sinais.

1. A primeira coisa que você faz ao acordar é verificar suas notificações

Se ao abrir os olhos a primeira coisa que você faz é olhar para as redes sociais, lamentamos informar que é o primeiro sinal de que você é viciado em celular. Você deve saber que, ao acordar, seu cérebro precisa de alguns minutos para funcionar corretamente, portanto, você não deve pegar no celular assim que acordar.

Se você utiliza o celular como alarme, deverá desativar as notificações imediatamente antes de dormir e colocar no modo silencioso para não interromper o seu sono e não o obrigar a olhar para o telemóvel assim que acordar.

2. Você entra em pânico se ficar sem bateria?

Você é uma das pessoas que costuma carregar uma bateria portátil na bolsa ou mochila? Isso porque você não pode viver sem ter seu celular ligado

É verdade que hoje em dia o celular é uma ferramenta necessária para estar sempre conectado com o seu trabalho.Porém, se você tentar usar apenas para o trabalho deixando de lado as notificações e as redes sociais, não precisaria carregar uma bateria portátil para que seu celular não desligue caso fique sem bateria.

Isso é semelhante ao que se conhece como nomofobia, ou seja, o medo de sair de casa sem o celular. É muito parecido porque se você sai com o telefone com a bateria fraca e ele desliga logo depois de sair, é como se você tivesse saído de casa sem ele.

A nomofobia é um problema muito sério, pois é o maior exemplo de dependência do telefone móvel. Se você não pode se desligar dela é algo que você deve repensar, uma vez que pode criar ansiedade e estresse pelo simples fato de estar sem essa ferramenta. Portanto, se você acha que tem nomofobia, faça tudo o que puder para remediar esse problema e desintoxicar-se do celular.

3. Você não pode deixar de olhar para as notificações

Você ouve mil notificações de Instagram, Facebook, Pinterest… Você não para de olhar para elas nenhum momento? Se você não pode ficar mais de quinze minutos sem se separar do celular, então você é um viciado.

Para evitar a tentação, tente definir determinados horários para desligar as notificações. Sabemos que o WhatsApp é um aplicativo útil para manter contato com as pessoas a qualquer momento, e às vezes pode ser muito importante se você estiver aguardando uma mensagem importante de um amigo ou parente.

No entanto, aplicativos como Instagram ou Facebook são irrelevantes e você deve evitar estar conectado o tempo todo nessas redes sociais. Procure se desconectar das redes sociais e realizar outras atividades com a família ou amigos que o façam manter um contato verdadeiro com eles.

4. Você usa o telefone celular quando está com a família ou amigos

Se você se encontra para sair, ir ao cinema, comer ou até mesmo festejar, o mais lógico é que você passe esse tempo com seus amigos e não consulte o seu celular a menos que tenha uma emergência. No entanto, não é isso que acontece.

Dizem que precisamos de um celular para entrar em contato com as pessoas que amamos. Mas, uma vez que você está com eles pessoalmente, qual é a desculpa? Devemos estar cientes de que o tempo que você passa com sua família e amigos não pode ser recuperado, e em vez de investir em conversar e interagir com eles, você fica preso ao seu celular para enviar uma foto para uma rede social ou conferir as ‘curtidas’ de uma publicação.

5. Você acha que seu celular toca ou vibra quando, na realidade, não fez nada

Se você acha que seu celular está constantemente tocando ou vibrando e, na verdade, é sua imaginação, você está viciado! Muitas vezes você já deve ter ouvido um tom de chamada ou mensagem como o seu, vindo da pessoa que está bem ao seu lado. Isso está dentro dos limites normais.

No entanto, quando você está com o celular no bolso e pensa que ele vibrou ou está tocando quando na realidade não está, é um sinal que indica que você precisa do seu celular para receber notificações para poder interagir.

Tente definir alguns horários para se desligar do celular e tente reduzir esse vício

Como mencionamos acima, o primeiro passo é aceitar e admitir que você tem um problema com seu celular. Lembre-se de que, se você tem nomofobia, deve fazer todo o possível para eliminar esse vício que o mantém grudado no celular.

Se você estiver com seus amigos ou familiares, evite responder a mensagens ou abra as redes sociais. Se for deitar, tente deixar o celular em um local onde não seja possível pegá-lo e desative as notificações dos aplicativos menos relevantes para você para começar a desintoxicar. 

Com essas pequenas dicas, você vai diminuir o vício por celular e começar a curtir muito melhor as pequenas coisas da sua vida!

Deixe uma resposta