O que é felicidade? Não é como você pensa! Aprenda a ser feliz

O que é felicidade? Não é como você pensa! Aprenda a ser feliz

A busca pela felicidade é constante para maioria das pessoas. Todos nós queremos ser felizes, mas o que é felicidade? Procuramos algo cujo significado não conhecemos. E se tivermos entendido tudo mal? Aqui vou dizer o que significa ser feliz e como conseguimos isso!

O que é felicidade? Significado:

Vamos ver o significado de felicidade no dicionário:

“Estado de grande satisfação espiritual e física”.

Vou analisar cada parte dessa definição.

A felicidade é algo momentâneo

Se você olhar a primeira parte da definição, verá que a felicidade é “um estado”.

O que isto significa?

Essa felicidade é algo temporário. Aqui está um dos grandes erros na busca pela felicidade: querer SER feliz.

Você não pode ser feliz. Ser feliz seria como dizer “estar com raiva”. Ou você se imagina “envergonhado”? Não é possível! São estados que usamos por um tempo e depois vão embora.

O que você pode fazer é ser feliz. Sinta-se satisfeito e contente por alguns momentos.

Então, quando alguém diz que para ser feliz, você tem que buscar a auto-realização, ou a transcendência (fazer algo que deixe uma marca), ou ter um propósito (uma meta permanente a que um significado é atribuído), eles estão muito errados.

Nenhum desses é a solução. O erro deles é que buscam a felicidade permanente, uma felicidade que não existe.

É claro que ser auto-realizado, sentir que suas ações são transcendentes e agir com um propósito o ajudará a ser feliz em mais ocasiões, mas primeiro há etapas mais básicas a serem seguidas.

Felicidade é não ter problemas

Agora vamos ver o terceiro significado que o dicionário nos dá sobre a felicidade:

“Ausência de inconvenientes ou obstáculos.”

O que isto significa? Isso aparece quando não há problemas, preocupações ou medos.

O mesmo acontece com a escuridão, que é a ausência de luz; ou com frio, que é a ausência de calor.

A felicidade não é uma meta a ser alcançada, nem algo que você possa perseguir.

Quando queremos alcançar a felicidade, nos esforçamos para buscar coisas positivas para agregar às nossas vidas, mas nos esquecemos de resolver os problemas.

Queria ser feliz melhorando minhas habilidades sociais e tendo mais amigos. Concentrei-me no que poderia alcançar, mas não via qual era o problema que estava me deixando infeliz: precisava que os outros me sentissem bem. Se eu não resolvesse meu problema real, nunca seria capaz de me sentir bem comigo mesmo, ou com centenas de amigos.

Isso acontece porque é mais fácil corrigir um problema do que encontrar uma solução. Aqui estão alguns exemplos:

  • O casal que está brigando muito e querem consertar tendo um filho.
  • A velha que está sozinha quer adotar um gato. E depois outro, e outro.
  • O homem que entra na crise dos 40 e compra uma motocicleta.

Em todos esses casos, há um problema que é coberto. E os problemas nunca vão melhorar por si próprios, pelo contrário.

É como varrer e jogar lixo para baixo do tapete. Isso significa que não há problema? Não, nós simplesmente não o vemos.

Essa é a causa de uma das maiores pandemias da atualidade: a depressão.

Se você não vasculhar as profundezas do seu ser, nunca verá quais problemas você tem, apenas colocará um remendo após o outro. Um psicólogo pode ajudar muito nesse caso.

A felicidade é algo espiritual e físico

Finalmente, veremos a segunda parte da definição. Diz que felicidade é satisfação espiritual e física.

Enfatizo o “espiritual e físico”. Não vejo você dizendo satisfação mental em lugar nenhum. Mas só sabemos buscar a felicidade com a mente.

Nossa mente busca a felicidade no futuro: criamos a expectativa de que seremos felizes quando atingir nossos objetivos.

Mas cada vez que alcançamos nosso objetivo, descobrimos que ainda não somos felizes. E para resolver, estabelecemos outra meta ainda mais complicada.

Em vez de mudar de estratégia, continuamos fazendo a mesma coisa infinitamente.

Em todos os momentos, nossa mente detecta algo que está faltando para ser feliz.

Essa parte, se piorar, torna-se o medo de perder algo. Analisamos cada vida que surge em nosso caminho e comparamos com a nossa para descobrir por que não somos felizes e o que precisamos ser.

Em última análise, sua mente nunca ficará satisfeita.

Não devemos buscar a felicidade com nossa parte racional. Devemos aprender a promover nossa parte emocional, a estar no presente e desconectar nossos pensamentos. Isso nos ajudará a praticar meditação e relaxamento.

Pare de se perguntar como ser feliz

“O que nos faz felizes não é o que somos, ou o que temos, ou o que fazemos, mas o que pensamos sobre isso.”

– Dale Carnegie

Em conclusão, este conto hindu abaixo reflete perfeitamente todo o artigo:

Um gato idoso observou um gatinho inquieto tentar caçar o próprio rabo.

– Por que você está tentando pegar seu rabo? – perguntou a gata velha.

– Busco a felicidade e para um gato a felicidade é seu rabo. É por isso que a persigo. Algum dia poderei alcançar e ser feliz. – respondeu o gatinho.

– Meu filho, embora você me veja aqui tão tranquilo, também pensei que meu rabo fosse de felicidade, mas quando o persigo ele escapa. Por isso estou abrindo caminho e ele me seguir.

Pare de procurar o que é felicidade. Permita-se sentir o presente.

Deixe uma resposta