O que seus olhos revelam sobre você? Eles realmente são o espelho da alma?

O que seus olhos revelam sobre você? Eles realmente são o espelho da alma?

Dizem que os olhos são o “espelho da alma”, que quando olhamos alguém nos olhos, somos capazes de perceber a sua essência. E a verdade é que essa afirmação não é totalmente errada, pois os olhos oferecem muitas informações sobre o estado emocional de uma pessoa.

Quando as pessoas estão tristes ou preocupadas, elas franzem a testa, fazendo com que seus olhos pareçam menores. Mas, quando estão felizes dizemos que seus olhos brilham, porque essa emoção faz com que levantem as sobrancelhas, para que os olhos pareçam maiores e recebam mais brilho.

Além disso, podemos distinguir entre um sorriso genuíno, e um sorriso falso, apenas olhando nos olhos da pessoa. 

Na verdade, os movimentos da boca são fáceis de imitar, mas os olhos não mentem: quando estamos realmente felizes, podemos não só sorrir como também enrugar as rugas do lado dos olhos, oferecendo um sorriso genuíno. No entanto, quando as pessoas fingem um sorriso, geralmente esquecem os olhos, que permanecem inexpressivos.

O que dizem os olhos e os movimentos dos olhos?

Se o olho é o espelho, a pupila é literalmente uma abertura no olho. A pupila funciona como o obturador de uma câmera, expandindo e contraindo para ajustar a quantidade de luz que entra no olho. Portanto, nossos olhos se contraem com a luz e se expandem com a escuridão.

O que os olhos dizem?

Mas os olhos não respondem apenas à luz, eles também expressam nossas emoções e intenções. Na verdade, as pupilas se dilatam mesmo quando estamos excitados, porque nosso corpo ativa uma rede de alerta que envolve o sistema nervoso autônomo se preparando para responder diante de uma ameaça ou oportunidade. Por esse motivo, a dilatação pupilar é considerada um verdadeiro sinal de interesse sexual.

No entanto, as pupilas dilatam mesmo em resposta a um estímulo que chama a nossa atenção. Quando estamos explorando o ambiente, por exemplo, as pupilas se dilatam para capturar o máximo de informação visual possível. Portanto, a dilatação dos olhos é considerada um sinal de grande interesse até na conversa.

Movimento dos olhos

Mas, nossos olhos não são os únicos que oferecem informações. Até os movimentos dos olhos são importantes. Na verdade, um estudo realizado na Universidade do Estado do Arizona descobriu que pessoas curiosas movem continuamente seus olhos. 

Esses psicólogos avaliaram o nível de curiosidade dos participantes, como o desejo de adquirir novos conhecimentos e novas experiências. Posteriormente, eles foram convidados a ver uma série de imagens, enquanto seus movimentos oculares eram monitorados. Assim, viram que os mais curiosos eram mesmo aqueles que moviam constantemente os olhos em busca de informações.

A maneira de mover as pálpebras

Também fechando as pálpebras, podemos revelar informações valiosas sobre nós mesmos. Nesse sentido, alguns psicólogos da Universidade de Portsmouth descobriram que a maneira como piscamos pode indicar se estamos mentindo. 

Os pesquisadores pediram a um grupo de pessoas que contassem uma história falsa e a outros que se lembrassem de um evento que realmente aconteceu em suas vidas. Analisando seu comportamento, viram que quando uma pessoa está mentindo, ela não fecha os olhos continuamente.

É interessante, porque normalmente abrir e fechar os olhos várias vezes é considerado um sinal de nervosismo, e manter os olhos abertos por muito tempo significa que estamos fazendo um esforço cognitivo. Na verdade, quando mentimos, nosso cérebro pode ficar sobrecarregado cognitivamente, nos impedindo de manter o mesmo nível de controle sobre várias funções que normalmente ocorrem automaticamente.

Então, agora você sabe que os olhos são o espelho da alma, ou pelo menos uma pequena janela que mostra uma parte de nós.

Deixe uma resposta