A parábola do pacote de biscoitos: Uma mensagem para refletir

Josefina estava esperando seu vôo na sala de espera de um grande aeroporto. Como ela já estava lá por muito tempo, ela decidiu comprar um livro e também um pacote de biscoitos.

Ele se sentou nas cadeiras do aeroporto para descansar e ler em paz. No meio, um homem que abriu uma revista e começou a ler.

Entre eles estavam os biscoitos.

Quando ela pegou o primeiro, o homem também pegou um.
Ela se sentiu indignada, mas não disse nada, apenas pensou: “Que vergonha! Se eu estivesse mais disposta, eu faria um escândalo para ele nunca mais esquecer a grosseria!”

Toda vez que ela pegava um biscoito, o homem também pegava um.
Isso a irritou tanto que ela não conseguiu se concentrar no livro.

Quando restava apenas um biscoito, ela pensou: “O que esse sem educação fará agora?” Então, o homem dividiu o último biscoito e deixou metade para ela.

Ah! Não! … Isso já era demais! Ela bufou de raiva! Fechou seu livro, pegou suas coisas e foi para o setor de embarque.

Quando ela se sentou dentro do avião, olhou dentro da bolsa e, para sua surpresa, havia seu pacote de biscoitos… intacto, fechado… Ela sentiu muita vergonha!

Só então ela percebeu o quanto estava errada. Ela havia esquecido que seus biscoitos estavam guardados dentro de sua bolsa!

O homem tinha compartilhado o seu, sem se sentir indignado, nervoso ou chateado, e não havia mais possibilidades para explicar ou pedir desculpas, mas apenas para pensar…

Moral: “Amor, se multiplica quando se divide. Não se preocupe com pequenas coisas, procure sempre fazer o bem e estar de coração aberto para as pessoas. Seja bom e esteja rodeado de pessoas boas. O bem atrai o bem.”

One Comment

Leave a Reply

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

10 Lições do budismo que você deve aplicar à sua vida

Reflexão: Carta de um homem para sua ex-esposa