10 Regras da vida que todos deveriam seguir de acordo com um professor budista japonês

10 Regras da vida que todos deveriam seguir de acordo com um professor budista japonês

Se você quer ter uma vida feliz, descubra no post de hoje as dez regras que você deve seguir de acordo com um professor budista japonês.

É importante saber viver a vida, muitos vivem mal, não fazem o que querem, não ficam contentes com o que fazem e isso é algo bastante triste e que sem dúvida nos faz sentir fracassados.

Embora existam muitos que vivam a sua vida desta forma, existem aqueles que a vivem plenamente, vivem um pé na frente, viajam, vivenciam, riem e ficam felizes com o que fazem e sem dúvida a diferença é abismal.

Você deve ter uma vida digna, vivê-la como você merece, ninguém merece uma vida triste e mesmo se você merecer, você não deve ver dessa forma, pois a vida é uma só, e nós vivemos aqui apenas por alguns segundos e não há nenhuma segunda chance, infelizmente.

Para te guiar em sua vida hoje compartilharemos com você uma série de regras que temos certeza que serão de grande ajuda para você tornar sua vida melhor e aproveitá-la ao máximo, então não perca este post.

Viva sua vida como você merece

Cada pessoa merece uma vida digna, feliz, cheia de bons momentos e embora a vida não seja perfeita podemos fazer algumas mudanças, usar algumas regras que nos permitam torná-la muito melhor do que já é.

Os budistas japoneses são pessoas muito sábias e hoje trazemos a vocês algumas regras que um dos professores nos ensina a viver a vida, então leia abaixo e saiba quais são essas regras.

1. Aceitação, a primeira regra de sua vida: é a mais importante e consiste em nos aceitar como somos e aceitar nossa vida como ela é.

Não significa que devemos nos acomodar ou renunciar, mas que sejamos humildes e aprendamos com o que nos é apresentado na vida. Se não aceitarmos nossa vida, sofreremos permanentemente.

2. Pense pouco em si e nos outros: Quem pensa só em si fica confuso.

A felicidade se encontra em servir aos outros, fazer o bem e você se sentirá satisfeito, quem é generoso é poderoso.

3. Aprenda a se livrar do desejo: O desejo pelo que não temos nos deixa eternamente insatisfeitos, é como um barril sem fundo, pois quanto mais você tem, mais você quer e nunca se sente completamente satisfeito.

Erradique esse desejo que te frustra e você será feliz, aquele que pouco precisa, com pouco é feliz.

4. Evite o arrependimento: o arrependimento nos faz sofrer muito e é um sentimento inútil. Este professor budista insiste que não devemos ver um erro como uma condenação, mas como uma característica de nossa natureza.

Cada ação nos ensina algo e nos muda de uma forma ou de outra.

5. Elimine reclamações e ressentimentos: Reclamar sozinho nos faz encher de energia ruim e atormenta quem está do nosso lado e isso não faz sentido. Isso envenena aqueles que o sentem, por isso é melhor se livrar dele, pois é inútil.

6. Deixe de lado o que você não precisa: Se você tem objetos de que não precisa, deixe ir, eles afetam suas emoções e a maneira como você vê a vida e se nos apegarmos a eles eles nos controlarão, então deixe-os ir e você também será muito mais livre.

7. Não siga cegamente as crenças dos outros: confie nos seus critérios e não nos dos outros, você tem o seu bom senso e é nele que deve confiar. Respeite suas convicções e seus valores, do contrário você se tornará alguém manipulável.

8. Guarde sempre a sua honra: Honra não é uma palavra comum mas tem muito a ver com autoestima, com o que nos permitimos fazer, o que defendemos e em que acreditamos.

A honra é uma bússola que nos guia no caminho certo, longe das tentações. Alguém com honra inspira respeito e consideração, portanto, sempre seja honrado.

9. O amor não deve ser invadido pelo apego: as emoções são respostas impulsivas e quando são fundamentadas, nós as convertemos em sentimentos mais profundos e associados a valores, mas não a necessidades.

Amar é extraordinário, mas às vezes erramos ao chamar o amor de algo passageiro, o que inspira apego e isso acaba nos prejudicando.

10. Não tema a morte: Somos todos mortais, é fato, a vida vai acabar a qualquer momento então não devemos temer a nossa ou a de nossos entes queridos, foque na vida e você será mais feliz.

Teste essas regras e você verá como sua vida mudará para melhor.

Deixe uma resposta