8 Coisas pelas quais você jamais deveria pedir desculpas

8 Coisas pelas quais você jamais deveria pedir desculpas

Muitas vezes nos deparamos com situações em que acreditamos que poderíamos ter tido outro tipo de atitude, ou poderíamos ter feito algo melhor. Mas hoje, vamos te mostrar 8 coisas pelas quais nunca devemos nos arrepender ou nos desculpar. Confira!

1. Ser quem somos:

Não viemos para nos adaptar ao que os outros esperam que sejamos, ou para nos comportarmos de acordo com um padrão estabelecido. Devido ao tipo de sociedade em que estamos formados, é muito difícil saber quem somos, o que queremos, para onde vamos… 

Se tivermos uma pista, se nos encontrarmos, não percamos a oportunidade de sermos nós mesmos, por mais chocante que isso possa ser para nós.

2. Ir atrás de nossos sonhos:

Todos nós temos sonhos, é nossa responsabilidade ir atrás de realizar cada um deles. Não temos que pedir autorização para fazer isso, muito menos pedir desculpa, porque afinal ninguém vai viver para nós e não será tão satisfatório dizer no último minuto que trabalhamos pelos sonhos dos outros, e não pelos nossos.

3. Decidir ficar sozinho:

Seja por um breve momento ou uma decisão de vida, estar sozinho ou em companhia é algo que não devemos satisfação a ninguém.

4. Dizer não:

Muitas são as vezes que acabamos fazendo coisas que não queremos, que não nos satisfazem, que nos incomodam, mas que sentimos pena ou até mesmo com medo de dizer não, principalmente porque não queremos causar uma má impressão ou perder uma determinada posição. Mas, se queremos ser respeitados, devemos começar a dizer, sem remorso, não, ao que não queremos fazer.

5. Ficar longe de pessoas inconvenientes:

Não podemos ser forçados a permanecer em alguma dinâmica com qualquer pessoa. Dependendo do vínculo, será mais fácil ou mais difícil nos afastarmos, mas pelo menos sempre teremos a opção de nos isolarmos e nos protegermos mentalmente de relacionamentos em que a distância física não seja uma opção. 

O importante é que não permitamos que nossos elos se tornem vias de drenagem de energia e que selecionemos, na medida do possível, o que é enriquecedor para nós.

6. Falhar:

Podemos falhar, é parte da vida. A vida será cheia de provas e erros e perceberemos que é melhor ter falhado, mesmo muitas vezes, do que nunca ter tentado. Muitas vezes, o que vemos como um fracasso se torna o passo necessário para alcançar o que queremos.

7. Pedir ajuda:

Quando sentimos que precisamos de apoio, pedir não é um sinal de fraqueza, pelo contrário, é um sinal de reconhecimento dos nossos recursos e da capacidade que temos de determinar que demos ou fizemos o que está ao nosso alcance no momento e podemos humildemente permitir que outra pessoa nos dê uma mão. 

Ter alguém carregando nossa mochila mesmo que por um breve momento nos permite respirar fundo para continuar e reconhecer quando esse momento é e com quem podemos contar faz parte do aprendizado da vida.

8. Dar carinho apenas a quem queremos dar carinho:

Nossos sentimentos podem ser dedicados a quem nos inspira, se forem positivos jamais subtrairão, mesmo que não sejam bem recebidos ou retribuídos, não temos que nos desculpar por sentir algo por alguém. Obviamente, existem contratos morais que exigem certos tipos de exclusividades e sua violação pode causar desconforto e prejuízos a nós e a terceiros, portanto, apesar de sermos livres para escolher quem quisermos, devemos, em qualquer caso, evitar prejudicar os envolvidos em nossas decisões.

Qualquer caso em que ferimos alguém, voluntariamente ou não, abre espaço para um pedido de desculpas de nossa parte.

A vida é muito curta, sempre haverá alguém que se sentirá ofendido com o que fazemos ou dizemos, mas nossa responsabilidade inclui fazer o que nos aproxima da felicidade. 

Todos devem se responsabilizar por seu alcance, suas ações e a partir do bem-estar individual, tecer juntos a rede que facilitará o caminho para o que cada um deseja.

Lembre-se sempre que: Muitas pessoas vão te amar pelo que você é e pelo que você faz, outras vão te odiar pelo mesmo… Não se preocupe tanto com os outros e se dedique a fazer o melhor que puder com esta experiência de vida.

Deixe uma resposta